Narrativa brasileira “A Linha” recebe o Emmy por inovação em mídias interativas

Nesta quinta-feira, 17 de setembro, a narrativa brasileira em realidade virtual “A Linha” entra de vez para a história do principal prêmio internacional dado a obras e profissionais da indústria televisiva, o Primetime Emmy Awards. A partir das 21h (horário de Brasília), o site do Emmy transmite para o mundo todo o Creative Arts Emmy Awards 2020, cerimônia online de premiaçãoque terá a participação da equipe de “A Linha” diretamente de São Paulo, onde fica o estúdio ARVORE, responsável pelo projeto.
Vencedora na categoria “Outstanding Innovation in Interactive Programming”, “A Linha” é uma narrativa em realidade virtual (VR) totalmente pensada e desenvolvida para ser contada neste formato. Com direção de Ricardo Laganaro, vozes de Rodrigo Santoro (inglês) e Simone Kliass (português) e trilha sonora original da Ultrassom Music Ideas, a obra conta uma história de amor entre Pedro e Rosa, dois bonecos que vivem em uma maquete da cidade de São Paulo em 1940, e inova ao permitir que o usuário interaja com a experiência usando o próprio corpo ao invés de controles.
Para conquistar o Emmy, “A Linha” passou pela avaliação técnica de um júri formado por 20 especialistas em experiências imersivas e teve aprovação unânime. Era necessário ser considerada uma obra notável e impactante, que ampliasse os conceitos de arte e ciência em mídias interativas e demonstrasse domínio do formato, elevando significantemente a experiência do usuário.
Também premiada como “Melhor Experiência em VR” no 76º Festival de Veneza, “A Linha” coloca o ser humano no centro da narrativa e conta uma história universal de amor com camadas adicionais de significado e compreensão, especialmente sobre rotina e medo de mudanças. Repleta de emoções, combina ainda a interação corporal da realidade virtual com inovações técnicas e conceituais que tornam suas escolhas artísticas possíveis. A obra é a primeira experiência lançada comercialmente para Oculus Quest a usar o novo recurso de rastreamento de mãos (hand tracking), ampliando a imersão do usuário e seu senso de participação na trama.

Mais informações sobre “A Linha” estão disponíveis nos perfis do Facebook , Instagram e Twitter .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *